Residence de Autenticação: relação entre conceituação e exercício do autossustento em jovens
Residence of authentication: the relationship between concept and self-sustaining exercise in young

Ana Paula Mariano Pregadier, Josiane Beatriz Piccin Barbieri

Resumo


Este trabalho é o produto de uma pesquisa realizada com jovens abordando o  tema autossustento. Teve como objetivo identificar a relação entre a compreensão dos  jovens sobre o autossustento e a suas atitudes práticas entre aqueles que participam do  Residence de Autenticação e aqueles que nunca tiveram esta vivência. O problema de  pesquisa  centrou se  na  investigação  do  Residence  de  Autenticação  como  elemento  facilitador e funcional, para o jovem, na conquista do autossustento. O Residence de  Autenticação é um instrumento de intervenção da Escola Ontopsicológica, que consiste  em  um  estágio  full immersion,  dirigido  a  grupos  com  diversificados  interesses,  de  duração  de  três  a  sete  dias,  período  no  qual  é  realizada  uma  revisão  crítica  da  consciência  dos  participantes.  É  composto  por  atividades  práticas  (visam  evitar  a  dissociação entre fazer e pensar), metanoia interior (ação de reconduzir o sujeito a sua  intencionalidade de natureza) e formação intelectual (dá uma base concreta e racional à  ação do Residence). A pesquisa, de cunho qualitativo e quantitativo, foi realizada nos  meses  de  março  e  abril  do  ano  de  2009,  com  82  jovens.  Destes,  41  já  haviam  participado  do  Residence  de  Autenticação  (G1)  e  41  que  nunca  participaram  e  não  conheciam tal instrumento de intervenção (G2). A coleta de dados foi realizada em duas  etapas:  a)  questionário  constituído  por  39  questões  objetivas  e  quatro  questões  discursivas  –  aplicado  a  todos  os  pesquisados;  b)  questionário  constituído  por  nove  questões  objetivas  e  uma  discursiva  –  aplicado  apenas  aos  jovens  que  já  haviam  participado do Residence de Autenticação. Os dados demonstraram que, para ambos os  grupos, o conceito de autossustento é o mesmo: “Ter independência, pagar todas as suas  contas e ter liberdade”. No G1 observou se coerência entre o conceito expresso e as  atitudes  dos  jovens,  ou  seja,  os  mesmos  68%  pesquisados  que  afirmaram  se  autossustentar, arcavam com todos os seus custos. Já, no G2, verificou se incoerência  entre  o  conceito  expresso  e  as  atitudes,  pois  76%  afirmaram  se  autossustentar,  mas  apenas 43% arcavam com todos seus custos. Sendo o Residence de Autenticação um  instrumento que influencia positivamente na formação de jovens, é pertinente afirmar,  com base nos resultados obtidos através desta pesquisa, que o seu uso, aliado à tomada  de  consciência  do  jovem  sobre  sua  responsabilidade  pessoal  e  social,  favorece  a  conquista do autossustento.

Palavras-chave


residence de autenticação; autossustento; jovem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18815/sh.2011v1n1.19

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Saber Humano, ISSN-E 2446-6298, Restinga Sêca-RS, Brasil.

Licença Creative Commons
Saber Humano de https://saberhumano.emnuvens.com.br/sh/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.