Quatro negros, a Literatura como forma de empoderamento da mulher

Elaine dos Santos

Resumo


O presente estudo, de natureza bibliográfica, analisa parte da história da mulher no mundo ocidental, as influências religiosas, mitológicas, históricas, e literárias. Enfoca-se a novela Quatro negros, de Luis Augusto Fischer, que tem Janéti como personagem principal. A protagonista da obra subverteu a ordem social e econômica do seu universo de inserção, uma pequena cidade da região sul do Rio Grande do Sul, conseguiu manter os vínculos familiares e reunir os irmãos para que, com os pais, fossem morar em área urbana. Janéti parece ser um bom exemplo da mulher que supera os obstáculos para concretizar os seus objetivos, que não precisa depender do homem para realizar o seu projeto de vida vencedor, desse modo, ela torna-se um modelo para a discussão da figura feminina na nossa sociedade. Nas escolas, essa discussão parece ser pertinente entre alunas do ensino médio, quando elas estudam a história da Literatura e, ao mesmo tempo, passam a reconhecer-se como mulheres dentro de um meio excludente. Da mesma forma, a obra Quatro negros pode servir como motivo para colocar em pauta a importância da mulher professora, aquela que pode atuar como coadjuvante no empoderamento pessoal e de suas alunas, transformar, de modo gradual, o status quo, que impera desde séculos. Propõe-se levar a novela de Fischer para as salas de aula como incentivo à leitura, como incremento às discussões sobre o protagonismo feminino, para que as meninas entendam que são as responsáveis pela consecução dos seus projetos de vida e que elas nasceram vocacionadas para o sucesso.


Palavras-chave


Mulher; Literatura; Empoderamento feminino

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR. J. Iracema. São Paulo: Ática, 2000.

ALMEIDA. L. A sombra e a chama. As mulheres d’O tempo e o vento. Santa Cruz do Sul: EdUNISC, Porto Alegre: EdUFRGS, 1996.

BÍBLIA SAGRADA. São Paulo: Edições Paulinas, 1990.

BRASETE, M.F. “A criação da mulher, segundo Hesíodo”. Revista Teografias. Vol. 2/2012. Páginas 211 a 220. Aveiro: Universidade de Aveiro, Portugal, 2012. Disponível em http://revistas.ua.pt/index.php/teografias/article/view/2392/2250 Último acesso em 23 jun. 2017

CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade: estudos de teoria e história literária. 8.ed. São Paulo: T.A. Queirós, 2000.

FISCHER, L. A. Quatro negros. Porto Alegre: L&PM, 2005.

ISMERIO, Clarisse. Mulher: A moral e o imaginário 1889 – 1930. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1995.

MENEGHETTI, A. Pedagogia ontopsicologica. 4. ed. Roma: Psicologica Editrice, 2007a.

MENEGHETTI, A. Pedagogia contemporânea: responsabilidade e formação do líder para a sociedade do futuro. Conferência desenvolvida em Paris em 13 de junho de 2007 na sede da UNESCO/ONU. Academia Internacional de Informatização (AII), Associação Internacional de Ontopsicologia, Universidade Estatal de São Petersburgo (RU), UNESCO/ONU, 2007b.

RIBEIRO, J.O.S. “Estudos culturais, gêneros e feminismo latino-americano”. Belém: Revista Margens Interdisciplinar. Vol. 7, núm. 8. Páginas 1 a 10. Universidade Federal do Pará, 2013. Disponível em http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/revistamargens/article/view/2764 Último acesso em 23 jun. 2017.

SCHUCH, M.A. Mulheres e educação: um estudo acerca da pedagogia da liderança e da atuação docente em duas escolas públicas do Rio Grande do Sul, Brasil. Santiago do Chile: Tese de doutoramento. Universidad SEK. Em andamento.

VILELA, T. Astecas e espanhóis: Hernan Cortéz e o Império Asteca, 2006. Disponível em https://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/astecas-e-espanhois-1-hernan-cortez-e-o-imperio-asteca.htm . Último acesso em 21 jun. 2017.

ZILBERMAN, R. Literatura gaúcha. Temas e figuras da ficção e da poesia do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, L&PM, 1985.

_______________. A literatura no Rio Grande do Sul. 3.ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1992.




DOI: https://doi.org/10.18815/sh.2017v7n11.216

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Saber Humano: Revista Científica da Faculdade Antonio Meneghetti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Saber Humano, ISSN-E 2446-6298, Restinga Sêca-RS, Brasil.

Licença Creative Commons
Saber Humano de https://saberhumano.emnuvens.com.br/sh/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.