Mudanças nos hábitos do controle financeiro pessoal com educação financeira sustentável

Wendy Haddad Carraro, Lucia Medeiros de Andrade

Resumo


Este estudo tem por objetivo analisar as mudanças nos hábitos em relação ao controle financeiro pessoal, passados dois anos da participação de adultos em uma capacitação em educação financeira. Caracteriza-se como pesquisa descritiva, exploratória e qualitativa. A coleta de dados se deu através de questionário online encaminhado aos participantes de uma capacitação em educação financeira realizada dois anos antes. Os principais resultados apontam que para 79% dos respondentes, houve percepção positiva em relação à evolução de seu controle financeiro pessoal, indicando também melhora no equilíbrio financeiro. Quanto ao registro periódico dos gastos e ganhos, 71% dos participantes afirmaram realizar esta prática. A pesquisa revelou que 64% dos participantes percebeu efeitos gerados em pessoas próximas com a adoção de medidas de controle financeiro. As três principais atitudes adotadas para melhoria do processo de controle financeiro pessoal a partir da capacitação foram: realizar pesquisa de preços; evitar compras por impulso; e evitar empréstimos. Os participantes da capacitação perceberam mudanças tanto nos hábitos em relação ao controle financeiro pessoal, como também em relação ao seu perfil e estilo financeiro. Antes da capacitação, os participantes foram caracterizados com um perfil descontrolado, após os dois anos e com a adoção de práticas e controle financeiro mais efetivo, o perfil predominante passou a ser o poupador. A pesquisa evidenciou que a capacitação para adultos foi eficaz para promover a educação financeira e mudanças de hábitos de forma sustentável.


Palavras-chave


Educação Financeira Pessoal. Hábitos. Controle Financeiro.

Texto completo:

PDF

Referências


BANCO CENTRAL DO BRASIL - BACEN. (2015). Relatório de inclusão financeira. Disponível em: [https://www.bcb.gov.br/Nor/relincfin/RIF2015.pdf]. [19 jul. 2018].

______. (2013). Caderno de Educação Financeira: gestão de finanças pessoais. Disponível em: [https://www.bcb.gov.br/pre/pef/port/caderno_cidadania_financeira.pdf]. [10 abr. 2016].

BRASIL. (2011). Estratégia Nacional de Educação Financeira – Plano Diretor da ENEF. Disponível em: [http://www.vidaedinheiro.gov.br/wp-content/uploads/2017/08/Plano-Diretor-ENEF-Estrategia-Nacional-de-Educacao-Financeira.pdf ]. [15 jul. 2018].

CERBASI, G. Casais inteligentes enriquecem juntos. 3. ed. São Paulo: Gente, 2004. pp. 12, 34, 41, 44.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO - CNC. (2017). Divisão Econômica. Endividamento e inadimplência do consumidor. Disponível em: [http://cnc.org.br/sites/default/files/arquivos/peic_maio_2017].pdf. [19 jul. 2018].

______. (2016). Pesquisa de intenção de consumo das famílias – abril de 2016. Disponível em: [http://www.cnc.org.br/central-do-conhecimento/pesquisas/economia/pesquisa-de-intencao-de-consumo-das-familias-icf-abril--0]. [18 maio 2018].

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS - CVM. (2014). Guia CVM de Planejamento Financeiro. Disponível em: [http://www.portaldoinvestidor.gov.br/portaldoinvestidor/export/sites/portaldoinvestidor/guiafinanceiro/GUIA_planejamento_financeiro.pdf]. [19 jul. 2018].

DUHIGG, C. O poder do hábito. Rio de Janeiro: Schwarcz S.A, 2018.

EDWALD, L. Sobrou dinheiro: lições de economia doméstica. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

EID JUNIOR, W.; GARCIA, F. Como fazer o orçamento familiar. 2. ed. São Paulo: Publifolha, 2001.

FEDERAÇÃO DO COMERCIO DE SÃO PAULO –FECOMÉRCIO-SP. (2016). Proporção de famílias endividadas cai para 58% em 2016, aponta Radiografia do Crédito e do Endividamento das Famílias Brasileiras. Disponível em: [http://www.FECOMÉRCIO.com.br/noticia/proporcao-de-familias-endividadas-cai-para-58-em-2016-aponta-radiografia-do-credito-e-do-endividamento-das-familias-brasileiras]. [18 out. 2016].

GIL, A. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999. p. 45.

GITMAN, L. Princípios de administração financeira essencial. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

HALFELD, M. Como ganhar mais com seu dinheiro. 5. ed. São Paulo: Globo, 2011.

______. Investimentos: como administrar melhor seu dinheiro. 3. ed. São Paulo: Fundamento Educacional, 2008.

KÖSTERS, W.; STEPHAN, P.; STEFAN, S. An economic analysis of the EU Commission’s proposal for a new consumer credit directive: offering -consumers more protection or restricting their options? Intereconomics, v. 39, n. 2, p. 84-96, mar. 2004. Disponível em: [http://www.springerlink.com/content/v20255626rh427t8/fulltext.pdf]. [06 jun. 2018].

LIMA E SILVA, M. Educação Financeira para pessoa física. Salvador. SEBRAE/BA, 2013. Disponível em: [http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/3c27b46226d68958621f1f121cdf8f22/$File/4577.pdf]. [19 jul. 2018].

LIZOTE, S.; SIMAS, J.; LANAS, J. Finanças Pessoais: um estudo envolvendo os alunos de ciências contábeis de uma instituição de ensino superior de Santa Catarina. In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 9, 2012, Resende. Anais ... Resende, 2012.

MACEDO JUNIOR, J. A árvore do dinheiro: guia para cultivar sua independência financeira. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

MELO, F. Desenvolva sua inteligência financeira. Goiânia: Kelps, 2011.

MEROLA, A.; CARRARO, W. Análise das percepções adquiridas no decorrer de uma capacitação em educação financeira para adultos. In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CONTABILIDADE DA UFRGS, 1, 2016, Porto Alegre. Anais...Porto Alegre: PPGCONT, 2016.

ORGANIZAÇÃO DE COOPERAÇÃO E DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - OCDE. (2005). OECD’s financial OECD. Improving financial literacy: analysis of issues and policies.Disponível em: [http://www.oecd.org/finance/financial-education/improvingfinancialliteracyanalysisofissuesandpolicies.htm ]. [15 jul. 2018].

______. Education project. OECD.org, Assessoria de Comunicação Social, França, 2004. Disponível em: [www.oecd.org/]. [15 jul. 2018].

SANTOS, F.; FLACH, L. Planejamento financeiro e qualidade de vida: uma pesquisa survey com estudantes de Ciências Contábeis da UFSC. Revista de Estudos Contemporâneos em Ciências Sociais Aplicadas, Florianópolis, v. 2, n. 2, p. 105-121, nov. 2012.

SAVOYA, J.; SAITO, A.; SANTANA, F. Paradigmas da educação financeira no Brasil. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 41, n. 6, p. 1121-41, nov./dez. 2007.

SEBSTAD, J.; COHEN, M. (2003). Financial education for the poor. Disponível em: [https://www.microfinancegateway.org/sites/default/files/mfg-en-paper-financial-education-for-the-poor-2003.pdf]. [19 jul. 2016].

SERVIÇO DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO – SPC BRASIL. (2015). 33% das compras feitas por impulso são de supermercado, apontam SPC Brasil e CNDL. Disponível em: [https://www.spcbrasil.org.br/uploads/st_imprensa/release_compras_por_impulso2.pdf]. [14 mar. 2016].

VASCONCELLOS, M.; TONETO JUNIOR, R.; GREMAUD, A. Economia brasileira contemporânea. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2007.




DOI: https://doi.org/10.18815/sh.2018v8n13.335

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Saber Humano: Revista Científica da Faculdade Antonio Meneghetti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Saber Humano, ISSN-E 2446-6298, Restinga Sêca-RS, Brasil.

Licença Creative Commons
Saber Humano de https://saberhumano.emnuvens.com.br/sh/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.