Estado, jurisdição e a participação da sociedade na gestão de políticas públicas

Tássia Aparecida Gervasoni

Resumo


O presente trabalho tem como tema as inter-relações entre Estado, jurisdição e políticas públicas. Busca-se analisar a gênese conceitual e a forma de desenvolvimento das políticas públicas, a atual conjuntura de crise do Estado que impossibilita o atendimento das demandas sociais e que conduz à judicialização dessas demandas, apresentando como alternativa, a partir da estrutura constitucional estabelecida após 1998, a ampliação do espaço público para a inclusão de novos atores sociais, na tentativa de reequilibrar Estado e Sociedade. Em termos de metodologia, utiliza-se um método de abordagem fenomenológico-hermenêutico, métodos de procedimento histórico e monográfico, e técnica de pesquisa por documentação indireta, mediante pesquisa bibliográfica. Dentre os resultados encontrados, destaca-se o potencial comunitário para o atendimento com maior qualidade humana e menor custo de algumas demandas sociais, o que poderia reduzir a necessidade de judicialização de determinadas prestações, ao mesmo tempo que fortalecer a autonomia da Sociedade e a democratização do espaço público. Tudo isso, no entanto, não deve servir como pretexto para afastamento das responsabilidades estatais com relação aos seus deveres constitucionais.

Palavras-chave


Estado; jurisdição; políticas públicas; participação democrática.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, Claudia Maria. O Supremo Tribunal Federal e as condições de independência do Poder Judiciário brasileiro. Revista da Academia Brasileira de Direito Constitucional. Curitiba, n. 4, jul. 2003.

BREUS, Thiago Lima. Políticas Públicas no Estado Constitucional: problemática da concretização dos direitos fundamentais pela administração pública brasileira contemporânea. Belo Horizonte: Fórum, 2007.

CUNHA, Edite da Penha ; M. CUNHA, Eleonora Schettini . Políticas Públicas sociais. In: CARVALHO, Alysson [et. al.] (Org.). Políticas Públicas. Belo Horizonte: UFMG, 2002.

DOWBOR, Ladislau. Democracia econômica: alternativas de gestão social. Petrópolis: Vozes, 2008.

ETZIONI, Amitai. La Tercera Vía hacia una buena sociedad. Propuestas desde el comunitarismo. Madrid: Trotta, 2001.

FARAH, Marta Ferreira Santos. Parcerias, novos arranjos institucionais e políticas públicas locais. Cadernos gestão pública e cidadania. Volume 18. Abril de 2000.

GASTALDI, Suzana. A implantação de políticas públicas como objeto juridicamente possível da ação civil pública. Disponível em: http://www.academus.pro.br. Acesso em 8 maio 2010.

KLIKSBERG, Bernardo. Uma gerência pública para os novos tempos. In: O desafio da exclusão: para uma gestão social eficiente. São Paulo: Fundap, 1997.

SCHIMDT, João Pedro. Para entender as políticas públicas: aspectos conceituais e metodológicos. In: REIS, Jorge Renato dos; LEAL, Rogério Gesta (Org.). Direitos sociais e políticas públicas: desafios contemporâneos. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2008.




DOI: https://doi.org/10.18815/sh.2019v9n14.389

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Saber Humano: Revista Científica da Faculdade Antonio Meneghetti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Saber Humano, ISSN-E 2446-6298, Restinga Sêca-RS, Brasil.

Licença Creative Commons
Saber Humano de https://saberhumano.emnuvens.com.br/sh/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.