Os Espaços de educação permanente sob o olhar dos gestores de saúde
The education of permanent spaces under the look of health managers

Izabel Cristina Feijó de Andrade, Marina Patrício de Arruda, Sonimary Nunes Arruda

Resumo


A análise contextual da Educação Permamente (EP) é um dos eixos teóricos destacados nesta pesquisa, a partir da qual identificamos as concepções dos gestores dos serviços de saúde da atenção básica – UBS sobre o tema e gestores de um hospital geral público e hospital pediátrico do município, de modo a contribuir na discussão sobre as possibilidades de efetivação da Educação Permanente para o ambiente hospitalar. O caminho metodológico utilizado para buscar respostas ao questionamento de pesquisa se deu sob a forma de pesquisa qualitativa utilizando o modelo de estudo de caso. Esta pesquisa foi desenvolvida no período de dezembro de 2014 e janeiro de 2015, com os gestores de saúde das três Unidades Básicas de Saúde que tem implantados a Estratégia de Saúde da Família e onde se desenvolvem o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família, chamadas de Unidades-escola e com os Gestores do Hospital Geral Público e Gestores do Hospital Pediátrico do município de Lages. O alerta para que se possa compreender que o hospital ou a UBS funcionam como um sistema inter-relacionado é o alerta para o pensamento complexo em saúde. Assim, fica ao final dessa pesquisa a ideia de que é preciso investir numa percepção abrangente que envolva a relação todo/partes.

 


Palavras-chave


Ambiente Hospitalar. Educação Permanente. Gestão.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, S.R., MEIRELLES, B.H.S., LANZONI, G.M.M. Educação Permanente em saúde: atribuições e deliberações a luz da política nacional e do pacto pela gestão. Rev. O mundo da saúde, São Paulo: 2011; 35(4): 373-381.

ARRUDA, P.M., PORTAL, F.L, Saberes e Fazeres Docentes:o dilema da reforma do pensamento e da prática pedagógica do educador do século XXI. Florianópolis, v13, n.01- 2012.

ARRUDA, M.P., ARRUDA,L.P. O profissional da saúde como mediador de emoções. Rev. Eletrônica de Enfermagem. V.12, n. 4;2010.

ARRUDA, M.P. O paradigma emergente da educação: o professor como mediador de emoções. 2018 Disponível em: http://www.fae.unicamp.br/revista/index.php/etd/article/view/2935/pdf. acesso: 10-05-2014.

ARRUDA, M.P. GHIGGI, G. Conversações sobre educação popular e educação permanente – propostas concorrentes e complementares? REP - Revista Espaço Pedagógico, v. 19, n. 1, Passo Fundo, p. 135-150, jan./jun. 2012

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Trad. Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 2001

BEHERENS. O. A evolução dos Paradigmas na Educação: do pensamento científico tradicional a complexidade. Revista Diálogo Educacional. V 7n 22, p53-66, set/dez 2007.

BEHRENS. O Paradigma Emergente e a Prática Pedagógica. 3.ed. Curitiba: Champagnat, 2003.

CECCIM, R.B., Educação Permanente em saúde: desafio ambicioso e necessário. Interface – Comunicação, Saúde , Educação, v.9,n.16, p.161-177. Set. 2004/fev. 2005

CECILIO, L.C.O., MERHY, E.E. A integralidade do cuidado como eixo da gestão hospitalar. Campinas, 2003.

FREIRE P. .Pedagogia da autonomia – saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Ed. Paz e Terra, 1996.

MATURANA. H. A ontologia da realidade. Belo Horizonte: Editora da UFMG.1999

MARANDOLA, T. R. et al. Educação permanente em saúde: conhecer para compreender. Revista Espaço para a Saúde, Londrina, v. 10, n. 2, p. 53-60, jun. 2009.

MERHY, E.E., FEUERWEKER, L.C.M., CECCIM, R.B. Educácion permanente em salud uma estratégia para intervenir em La micropolitica Del trabajo en salud. Salud Colectiva, Lànus, v. 2, n.2, p. 147-60, 2006.

MERHY, E.E., & CECILIO, L.C.O. O singular processo de coordenação dos hospitais. Campinas, Mimeo ( no prelo da Revista saúde em Debate), 2002

MINAYO, M.C.S (org). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 22. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

MORIN. E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento / Edgar Morin; tradução Eloá Jacobina. - 8aed. -Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

YUS, R. Educação integral – uma educação holística para o século XXI. Porto Alegre: Artmed, 2002.




DOI: https://doi.org/10.18815/sh.2015v5n6.69

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Saber Humano: Revista Científica da Faculdade Antonio Meneghetti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Saber Humano, ISSN-E 2446-6298, Restinga Sêca-RS, Brasil.

Licença Creative Commons
Saber Humano de https://saberhumano.emnuvens.com.br/sh/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.